Projectos abaixo e aberturas

Em Abril tivemos a visita do Francês Edouard de Nijs, que durante uma semana trocou a fina grés de Fontainebleau pelo duro granito sintrense! Não se deu mal, já que conseguiu resolver 3 bons projectos: O “Vietcong” – 7c no Vale das Acácias, o “Ditador” – 7b+ na Tapada e o “Le Grand Méchant” – 7b+ no sector Fortaleza. Aqui ficam umas imagens:

Edouard no lance super morfo do “Vietcong”.

Lance muito controlado e sem perder a mão esquerda. Apenas possível para quem tenha um envergadura de braços superior a 2m.

Depois do lance ainda é duro juntar as mãos em campus, seguindo-se uma saída fácil.

Papa a provar o “Afrikander”, projecto peculiar do Vale das Acácias a exigir melhores condições de grip.

Rita no sector Éden da Tapada, onde surge mais uma excelente linha, o “Abdominal Total” – 6b+. O arranque sentado a começar mais à direita ficou à volta do 7a+.

Rita e Júlia a darem pegues no bloco.

Uma foto do “Ditador” – 7b+ CS, bloco também morfológico resolvido pelo Edouard e pelo Macau.

Rita a trabalhar a “Travessia a lá Gardene” – 6c+, na Peninha.

Edgar a provar os passos do “Banana Fitness” – 7b/b+, nos Capuchos.

Macau no bloco do Spetsnaz, onde encaixou mais 2 novas linhas à direita: o “Casco Velho” e o “Papa Stress”, ambas 6c+. (Foto André Krowas)

Markus a resolver o “Prepúcio F.” – 7b CS.

David a provar com o arranque à direita, quiçá um pouco mais duro.

Enquanto uns apertam, outros ficam a ver…

outros ficam a repousar…

e outros a brincar!

Voltando à acção com a malta a acartar troncos para nivelar a base do “Faqueiro”.

Filho de peixe sabe nadar… 😀

Depois da obra feita, lá fomos dar uns pegues ao “Faqueiro” – 7b+. Um boulder de bloqueio que ainda não viu muitas repetições.