Reequipamentos no Cabo da Roca

Continuando a saga para extinguir o A2, Luís Fernandes e Astral Mendes têm-se entretido a furar e colar pelos setores perdido e espinhaço, no Cabo da Roca.

Atenção que as intervenções nestas vias se limitaram aos pontos mais críticos; algumas proteções antigas não foram substituídas por diversas razões (são possíveis de proteger com friends ou entaladores; são longlifes). Por isso, a todos os que se metam nestas vias, é importante desconfiar de pernos de expansão, sobretudo dos que não são  longlife. Já partiram vários com cargas muito baixas!

As seguintes vias foram já intervencionadas (para info mais detalhada vejam aqui):

Espinhaço:

  • Direita – apenas os pontos mais críticos foram substituídos (2 Us e 2 tiges em titânio)
  • Normal – pronta (3 reuniões e 3 tiges em titânio)
  • Lunática – pronta (4 tiges em titânio; considerando apenas até à R1 onde se junta à via Direita)
  • Mancha Branca – falta trocar os pernos do largo final (existem várias variantes) e remover a ferragem velha (1 U e 8 tiges em titânio)
  • Radicais Livres – L1 falta substituir pernos;  o perno da saída do L2 não foi substituído porque dá para colocar um Friend excelente (2 tiges em titânio)
  • Imaginária – pronta (4 tiges em titânio)
  • Miradouro – pronta (2Us e 4 tiges em titânio)
  • Transatlantica – ainda em intervenção (1 tige em titânio na 1ª reunião)
  • Nómadas do Vento – apenas 1 ponto na Reunião 3. Trata-se de uma linha com bastantes pernos que não foram substituídos!

Setor Perdido (todas finalizadas):

  • O rei do aço inox (1U e 3 tiges em titânio)
  • Três tristes trintões (5 Tiges em titânio)
  • Canto do cisne + Coxo do oeste (1U e 1 tige em titânio no top)
  • El Brujo Sangriento (2 Us em titânio no top)
  • Atracção pelo Grotesco (2 Us em titânio no top)
  • Assassinato do Pescador (2 Us em titânio no top)

A linha de rappel do espinhaço também foi intervencionada e tem agora um U em titânio para tornar os acessos menos radicais. O acesso ao setor Turboescalador foi também reforçado com um U.

Voltamos a agradecer aos equipadores e a todos os que têm contribuído para tornar as nossas falésias mais seguras.

Leave a Reply