A lenda está de volta…

The Verm is back! John Sherman (1959) é uma daquelas verdadeiras (sublinhe-se o termo) lendas vivas do bloco (ou Boulder, se assim o preferirem). Acompanhou a expansão desta vertente da escalada nos anos 80 e 90, tendo entre outras coisas criado a escala específica de dificuldade dos V, foi um dos pioneiros da meca que é Hueco Tanks, fez alguns highballs de destaque na sua época (em que ainda não havia crash pads), escreveu livros de referência, etc..

Por si só, isto já seria o suficiente para o colocar na elite da escaladores de bloco. Tudo isto, aliado à sua postura de mau rapaz rebelde (lembrem-nos da célebre foto a escalar bebendo de uma garrafa de cerveja), à margem dos convénios sociais (muito impostos a escaladores profissionais pelas marcas, a partir de um dado momento) e à sua capacidade de se afastar dos holofotes, sem no entanto sair completamente de cena, de certa forma mistificam-no. Não esquecer ainda o olhar e aspecto absolutamente alucinado que tem…

Esta saída da ribalta deve-se em muito à colecção de lesões que foi fazendo, passando a dedicar-se a uma outra actividade (que por acaso me diz muito), fotografia de natureza, mas especificamente de avifauna, numa perspectiva integrada de conservação da natureza.

Todo esta conjectura atribuiu-lhe uma aura sebastianista. Volta agora das brumas, para se lançar num projecto, há já algum tempo anunciado através de um teaser bem conseguido, que lhe valeu duas commitment grants e alguns patrocínios (que nos dão alguma segurança de que a novela terá um desenvolvimento; ver oldmanlightning.com).

Propõe-se agora a recuperar a forma perdida e repetir um dos mais icónicos bloco do mundo, Midnight Lightning (V8), 25 anos depois de o ter escalado. Sabendo do humor peculiar que possui, afigura-se um bom mini-documentário na forja. Esperemos pelas cenas dos próximos capítulos, que poderão estar para sair. Consiga ele, por estes dias que correm, repetir o mantle de saída desta bela linha…

PR

[embedded content]

Leave a Reply