Como reconhecer um perno em inox A2 de um em A4

Como temos vindo a divulgar, a corrosão dos pernos em inox nas falésias junto ao mar
tem colocado problemas de segurança, com alguns casos onde o perno partiu
quando sujeito a uma carga muito baixa. O problema é ainda mais preocupante porque
não é fácil de perceber visualmente quais os pernos que estão em risco.
Sabemos, no entanto, que os pernos em inox A2 são menos resistentes à corrosão
do que em inox A4. Por isso divulgamos uma maneira prática de distinguir um
perno em A2 de um em A4. Todos os pernos em inox A2 devem ser tratados com um elevado nível de desconfiança quanto à sua fiabilidade. No reequipamento com titânio iremos dar prioridade a vias equipadas com material em inox A2.
Perno A4: ponta circular após rosca e ligeira
depressão na zona de batente. Na imagem modelo Spitfix da marca Spit.
Perno A2: cabeça cónica após roscado. Na imagem modelo da marca Fixe.
Na porca do perno vem inscrito a grau do aço (A2 ou A4). No entanto poderá dar-se
o caso da inscrição estar na parte virada para a parede e ou da porca pertencer
a um outro perno de liga diferente.
Em ambas as imagens a plaquete é de aço A2 da marca Fixe.
Na primeira imagem temos materiais de ligas de aço diferentes. A plaquete acusa
oxidação resultante da corrosão galvânica (na plaquete em volta da anilha). Na
segunda imagem está tudo em A2 no entanto denota-se corrosão acentuada no perno
e na plaquete na zona de contacto com a rocha.
No Meio Mango existem também pernos e plaquetas A2 da marca Faders e em Sagres,
para além de pernos e plaquetes A2 da marca Fixe, existem igualmente da marca
Lucky.Atenção que este método de distinguir A2 de A4 não funciona em 100% dos casos, pois poderá haver modelos que sejam diferentes.

7 Comments

Leave a Reply