Equipamento fixo de escalada – regras para uma boa manutenção

Já quase todos os escaladores se devem de ter deparado com proteções e tops de vias de escalada em mau estado.

IMG_0741
Exemplo de um mosquetão retirado de um top da Fenda aquando do reequipamento. Nota-se um desgaste acentuado devido à utilização intensiva em top-rope.
gri2
Mosquetão em uso na via Geração Gri (Fenda) com pouquíssimos anos de utilização.
IMG_0740
Exemplo de um mosquetão retirado de uma “espresse fixa” em Poios. Novamente, o desgaste é elevado e neste caso perigoso, podendo causar elevado desgaste nas cordas.

De modo a evitar estas situações e os custos associados, vimos aqui partilhar algumas boas práticas que devem de ser adoptadas por todos os escaladores.

Para fazerem topalhadas ou descerem de vias, NÃO USEM O MATERIAL FIXO! Utilizem antes as vossas espresses ou mosquetões. Recomendamos que apenas a última pessoa do grupo a fazer a via utilize o material fixo da via.

IMG_0716
Exemplos de boas práticas: para baixar da via ou escalar em top, devem usar sempre que possível o vosso próprio material, sejam espressos ou mosquetões de rosca.
IMG_0717
Não usem as argolas e mosquetões fixos a não ser quando estiverem a “limpar a via”, ou seja, quando mais ninguém vai subir e é por isso necessário retirar todo o material pessoal. Dar topalhadas não é vergonha… a não ser que estejas a gastar o material que é de todos!

Não se esqueçam, o material que encontram nas falésias é de toda a comunidade e deve de ser preservado o mais possível.

 

Obrigado e boas escaladas!

Leave a Reply